Blog

Como implementar RPA na sua empresa?

A automação robótica de processos é um assunto que rende muito, já que ao mesmo tempo que é uma ferramenta feita para simplificar, também traz conteúdos complexos para discutir. Muitos gestores acabam se deparando com o RPA quando procuram formas de aumentar a produtividade ou reduzir os custos da empresa. E é comum que dúvidas aparecem ao longo da pesquisa.

Por isso, vamos falar sobre como implementar o RPA em uma empresa. Acompanhe conosco!

Neste conteúdo, você vai ver:

  • O que é RPA? 
  • Como implementar RPA na empresa? 
  • Como implementar o RPA na sua estratégia de automação? 
  • Por que implantar RPA? 
  • Quais os principais objetivos do RPA? 
  • Onde o RPA pode ser aplicado? 
  • Como o RPA pode ajudar no dia-a-dia da administração de uma empresa?

O que é RPA?

A sigla RPA significa robotic process automation, ou automação robótica de processos, em português. Como o próprio nome indica, o RP busca automatizar tarefas dentro de uma empresa. É uma ferramenta que vem sendo cada vez mais usada em diversos setores e profissionais. Afinal, é uma forma excelente de otimizar tempo e usar a tecnologia a favor dos resultados.

O RPA consiste em usar robôs para realizar as tarefas que são tradicionalmente feitas por colaboradores humanos. Aquelas tarefas repetitivas, que não exigem muito raciocínio ou tomada de decisões. 

Então, o programador ensina esse processo para o robô, onde ele precisa pegar as informações e qual caminho precisa fazer para completar a atividade. Depois que aprende, o robô pode executar aquela tarefa quantas vezes forem necessárias. Você vai ver alguns exemplos práticos disso mais abaixo. Se quiser ler mais sobre o que é RPA, confira este conteúdo.

Como implementar RPA na empresa?

Empresas sempre precisaram se reinventar. Afinal, o mercado está sempre mudando. Mas nos últimos anos, com eventos como a pandemia, ficou ainda mais importante se manter atualizado. E mais ágil. Com menos mão de obra e demandas flutuantes, as soluções se voltaram para a tecnologia.

Uma das formas que grandes e pequenas empresas encontraram de reduzir custos e aumentar a produtividade foi usar ferramentas de automação. Permitir que softwares e programas se tornem “funcionários” do negócio também. 

Por isso o RPA tem se popularizado. Mas, afinal, como implementar RPA na empresa para ver esses resultados acontecerem? 

É importante avaliar o cenário atual da empresa e as possibilidades abertas para automatizar processos. Sem isso, implementar a automação robótica de processos vai fazer pouco efeito. 

Como implementar o RPA na sua estratégia de automação?

Para implementar o RPA na estratégia de automação, em primeiro lugar, o gestor ou líder da equipe precisa fazer uma análise. Seja da empresa como um todo ou de um setor específico. 

Essa análise serve para entender os processos que estão sendo feitos atualmente na empresa e onde estão os pontos que impedem os resultados de crescerem. Talvez um colaborador esteja com dificuldades para dar conta de uma tarefa, ou não esteja dando atenção a uma função mais complexa por estar preso a uma atividade repetitiva, mas necessária. 

Também é muito importante entender mais sobre RPA e automação. Se você está lendo este conteúdo, é sinal de que já está cumprindo um dos passos!

Depois de definir a demanda de automação da empresa ou do setor, o próximo passo é encontrar um bom fornecedor. Uma equipe que seja especializada em RPA, que possa ou desenvolver os robôs por conta própria ou ensinar o time de programação da empresa como fazer isso, se for o caso. Tudo vai depender da quantidade de automações que serão necessárias.

Por fim, resta testar o RPA e acompanhar os resultados. Só assim você terá certeza de que a estratégia de automação está dando certo. Se não estiver, pode tentar formas diferentes. 

Dúvidas frequentes sobre RPA

Agora que já foi explicado o que é RPA e como implementar o RPA na empresa, provavelmente restaram algumas dúvidas. Por isso, separamos algumas perguntas mais frequentes sobre esse assunto para responder. Confira a seguir.

Por que implantar RPA?

Investir tanto em RPA quanto em qualquer tipo de automação tem vários benefícios. É um tipo de inovação que está ganhando espaço em empresas de todos os setores. Então, quem quer sair na frente, vai tomar a decisão mais inteligente e buscar implementar o que está em alta.

Para além das tendências, o que faz o RPA ser tão vantajoso é a praticidade. Pensando no dia a dia de um setor de RH, por exemplo. É mais vantajoso ter menos colaboradores que façam um ótimo trabalho realizando tarefas que só uma pessoa consegue fazer do que ter uma sala cheia de gente fazendo atividades repetitivas e não agregando em nada. 

Não somente é mais prático quanto é mais econômico, no fim das contas. Além disso, os funcionários que estão responsáveis pelos processos repetitivos podem ser realocados e reaproveitados dentro da empresa.

Quais os principais objetivos do RPA?

Entre os objetivos da automação robótica de processos, é importante destacar: 

Aumentar os resultados: Com colaboradores mais engajados em tarefas complexas e de valor, é inevitável que os resultados aumentem. E a produtividade também. Por isso, o RPA também é um investimento na cultura da empresa.

Reduzir o tempo de entrega das atividades: Os robôs podem ser programados para trabalhar 24 horas por dia, 7 dias por semana. Tudo depende da demanda. De qualquer forma, por ser uma automação, além de ser mais rápida, as atividades são entregues com menos erros. 

Registrar melhor os processos: Tudo o que o robô faz fica registrado. Ao fim da sessão, ele entrega um relatório do processo. Assim, fica mais fácil analisar os resultados e fazer comparações. 

Onde o RPA pode ser aplicado?

Como já foi mencionado, o RPA pode ser aplicado em diversos setores e nichos de empresas. Afinal, qualquer lugar que precise de uma automação pode aproveitar essas ferramentas. 

Por aqui, já falamos sobre o RPA no setor de RH, um ótimo exemplo de como a automação funciona. Mas também pode ser aplicado no setor financeiro, para ajudar a lançar notas e gerar relatórios de custos. Ou no setor administrativo, fazendo cadastros e coletando dados. 

De modo geral, toda tarefa que é feita por uma pessoa, mas é repetitiva e “robotizada” pode ser automatizada. Se houver um caminho claro para concluir a atividade, o robô vai conseguir aprendê-la. Então o RPA pode ser aplicado em serviços de saúde, marketing, de bancos, de escolas, e por aí vai. 

Como o RPA pode ajudar no dia a dia da administração de uma empresa?

Basicamente, o RPA serve para simplificar processos. Um setor não deve ter dificuldade em preencher uma planilha ou fazer um cadastro. Nem deveria precisar de uma pessoa só para isso. Então, faz muito mais sentido usar uma ferramenta que faça a mesma coisa em menos tempo e de forma mais econômica.

No dia a dia da empresa, automações como o RPA tornam o ambiente mais tecnológico, otimizado e fluído. Fica mais claro visualizar a produção e o resultado.

Como começar?

Quer aprender tudo sobre a AUTOMAÇÃO ROBÓTICA DE PROCESSOS e diminuir o tempo de entrega das atividades em sua empresa?

Participe do Webinar: AUTOMAÇÃO DE PROCESSOS AO SEU ALCANCE que acontecerá nos dias 8, 9 e 10 de novembro.

Conheça na prática como iniciar a Jornada de Transformação Digital.

  • Webinar: AUTOMAÇÃO DE PROCESSOS AO SEU ALCANCE
  • Data: 8,9 e 10 de novembro | 14h
  • Online e gratuito!

Garanta agora mesmo a sua vaga nesse webinar e aproveite ao máximo a capacidade do seu time por meio da automação de uma vez por todas!